O festival

A primeira edição do Festival de Música de Nova Prata, acontecerá de 13 a 15 de novembro de 2015, em Nova Prata – RS, com entrada franca. Serão três dias de muita música, com os convidados Quinteto Persch, Quartchêto e Quiçá se Fosse.

Buscando divulgar e fomentar a produção musical, o festival promoverá a Mostra Paralela. Foram selecionadas 05 bandas por edital para compor a programação, que se inscreveram em duas categorias: local (Nova Prata) e outras cidades do RS . As bandas selecionadas foram: Subtropicais, Trem Imperial, Yangos Quarteto Instrumental, Frizon Brothers Band e Sedan 1300. Além das apresentações artísticas, o festival contará com um eixo formativo, voltado para escolas, professores e artistas da região.

A programação tem entrada franca e acontecerá na Praça da Bandeira, Auditório da Câmara de Indústria e Comércio e na Câmara de Vereadores de Nova Prata. A iniciativa é uma realização da Eclética – Centro de Música e da CUCO Produções e conta com o patrocínio da Adyl Telecom, Financiamento do Pró-Cultura RS – Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul e Apoio Cultural da UNIMED Vale das Antas, P&C ArteMobili e Município de Nova Prata.

………………………………………………………………………..

Criar a primeira edição do Festival de Música de Nova Prata parte de uma ideia simples: trazer referências musicais para nossa cidade e fomentar a cultura e os artistas locais e regionais. Nem tão simples assim é fazer esta ideia ganhar forma, especialmente em um ano de crise financeira, em que a arte e a cultura, alimentos da alma e não do corpo, são as primeiras a ficarem de lado.

Por isso um agradecimento ao nosso patrocinador Adylnet Telecom, aos nossos apoiadores culturais Unimed Vale das Antas e P&C ArteMobili, e à Prefeitura de Nova Prata, por terem tido a sensibilidade de enxergar uma realidade além de um projeto no papel, e por terem viabilizado o que estamos vivendo hoje.

A música instrumental ou autoral, focos deste festival, nem sempre é a que chega com mais facilidade ao grande público. Portanto, propõe-se um evento gratuito, com palco ao ar livre, deixando um caminho aberto, como que convidando até os menos atentos a prestarem atenção e pararem para ouvir música. Sim, parar para ouvir! Deixo aqui minha sugestão pessoal a cada espectador: permita-se vivenciar a experiência de compartilhar este momento musical, juntamente com os qualificados músicos que integram nossa programação, e deixe-se levar, ainda que por alguns instantes, pela magia da arte.

Um evento como o Festival de Música de Nova Prata não passa sem deixar rastros e uma dessas marcas mais importantes é o fomento à economia da cultura do nosso Estado. Ao promovermos atividades gratuitas, estamos movimentando diversos setores da sociedade, alguns de forma direta, como os artistas, oficineiros, curadores, produtores, técnicos, comunicadores, e demais fornecedores; mas também, indiretamente, o turismo e o comércio da cidade de Nova Prata e região.

Três shows de artistas reconhecidos dentro e fora de nosso país, cinco grupos selecionados para a Mostra Paralela – que nos surpreendeu com 40 inscritos de diferentes partes do RS, sendo dois dos selecionados de Nova Prata – uma exposição, três oficinas, dois bate-papos. Estes são alguns dos números da primeira edição deste evento que mostra que a música e a cultura não estão em crise e que o Festival de Música de Nova Prata veio para ficar!

Lucas Martini Volpatto
Coordenador Geral e Curador